terça-feira, 11 de novembro de 2008

Bate - Papo com Baba Vacaro






Baba Vacaro começa a conversa, contando um pouco da história dela, e do design no Brasil. Sobre este ela começou contando que a profissão de design não era muito valorizada, e que as pessoas a viam, como uma profissão em que o designer, só delegava afazeres, e mexesse com muitos papéis, como contadores.
Ela ainda comentou que se os recursos que temos hoje, como internet, vários canais na Tv, que alcançam milhares de pessoas, transmitindo assim informações para todos estes. E que na época em que a Baba começou como designer as informações que conseguimos facilmente hoje em dia, eram muito escassos, dificultando assim a vida de um designer, que precisa de uma pesquisa, para ajudar na criação.
Citou também a Vespa, que surgiu devido a necessidade de se locomover de um lado para o outro, de um jeito fácil, rápido e barato.
Falou que o design começou na época em que foi a Revolução Industrial.
Baba é responsável por lojas de móveis, lustres e tapetes:
Dominiti. Baba trabalha nesta loja, a 10 anos, com lustres.
Esta loja, começou com um italiano recém chegado ao Brasil, que veio fugido da Guerra, e queria iluminar o país, portanto ele começou a vender as primeiras luminárias no Copa Cabana Palace, e vendeu tudo, pois era uma novidade.
Com a falta de importação, ele começou a copiar as peças que ele comprava de fora, pois a demanda dos produtos pelos brasileiros era muito grande.
Dpot. Começou a trabalhar com esta loja, em 2004, ela assumiu esse compromisso, pois queria através das peças lá vendidas, falar um pouco do design brasileiro, já que estes eram muito escassos. E um dos designers que contava a história do país através de seus móveis, era Sérgio Rodrigues, então ela queria divulgar o trabalho dele, para que quem não morasse no país, ou até mesmo para os brasileiros, ensinar um pouco mais da cultura brasileira.
Ela se mostra fã das peças dele, então ela fala um pouco sobre ele, uma história interessante que ela contou, foi que em Brasília haviam apartamentos decorados por Sérgio , mas as pessoas que foram morar nestes, por falta de informação achavam as peças simples, pobres e por isso tiravam as peças de suas casas, e as guardavam em depósitos. E quando ficaram sabendo da importância, e do preço das peças de Sérgio Rodrigues as queriam de volta.
E compara a poltrona Mole dele, com a mulher bossa nova, gostosa e de canela grossa.
Avandi. Loja de tapeçaria, em que ela mais ajuda a divulgar os produtos de outros criadores, do que os criados por ela própria.
San James. Loja que ela se associou a pouco tempo, esta produz objetos de mesa em prata, como bandejas, jarras, fruteiras, etc.
Perguntada sobre a peça que a representava melhor, ela respondeu que era a poltrona Mandacaru, que representa a simplicidade da cultura brasileira, e a própria flor de mandacaru..
E já que se tratava de uma conversa com estudantes de moda, ela não podia deixar de falar rapidamente, de uma parceria que ela fez com designers de moda, sendo um deles o professor e coordenador do curso de design de moda, Mario Queiroz, em que eles criavam peças únicas, que não seria produzida mais de uma, fazendo assim com que a pessoa que a comprasse tivesse uma peça única.


Daniella Yumi S. Queiroz
Universidade Anhembi Morumbi
Escola de Arte, Arquitetura, Design e Moda
Design de Moda
Turma: MB4




Um comentário:

carmen disse...

gente a Baba tem uma comunidade no orkut.prestigiem